Sábado, 22 de Junho de 2024
Polícia Escravidão

Policia Federal de Guaíra, Ministério Público do Trabalho, FUNAI e BPFRON, resgatam 10 trabalhadores em condições análogas a escravidão, na região de Pérola

No local ficou evidenciado que os trabalhadores laboravam em condições degradantes e análogas à de escravos em lavoura de mandioca

08/06/2024 às 15h40 Atualizada em 08/06/2024 às 15h54
Por: Carollyne Santiago
Compartilhe:
Policia Federal de Guaíra, Ministério Público do Trabalho, FUNAI e BPFRON, resgatam 10 trabalhadores em condições análogas a escravidão, na região de Pérola

 

Continua após a publicidade
Anúncio

A notícia de fato se originou de denúncia recebida pela equipe do Ministério Público do Trabalho de Umuarama, a qual informou a existência de trabalhadores rurais de origem paraguaia e indígena em condição análoga à escravidão.

Continua após a publicidade
Anúncio

Após levantamento dessas informações, equipes da DPF/GRA/PR, do MPT, FUNAI e do BPFROn localizaram uma fazenda onde encontraram, aproximadamente, 10 trabalhadores rurais, sendo 9 paraguaios (dentre eles, 3 indígenas de etnia paraguaia, um deles adolescente) e 1 indígena de etnia brasileira. 

Continua após a publicidade
Anúncio

No local ficou evidenciado que os trabalhadores laboravam em condições degradantes e análogas à de escravos em lavoura de mandioca.

Também foi constatado o fornecimento de moradia precária aos trabalhadores e servidão por dívida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias